Translate

Deixe seu comentário




Se possível, deixe nos comentários notícias ou acontecimentos de seu país.

Ou se preferir envie uma e-mail para: jornal.correiodosertao@gmail.com

Você vale muito para nós!!!



terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Policial que atirou em cozinheiro no Shopping Barra responderá a processo

O policial Civil Paulo Oliveira de Brito, que atirou no pé do cozinheiro Adilson Mota Barbosa na tarde de segunda (31), responderá a processo administrativo. Ele disparou a arma após uma discussão em um dos sanitários do Shopping Barra, próximo à Praça de Alimentação, no 1º piso. Autuado em flagrante por lesão corporal, porte ilegal de arma e por atirar em local público, ele permanece custodiado na Corregedoria da Polícia Civil à disposição da Justiça. O tiro provocou confusão e correria dentro no local. Policiais da 11ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foram acionados, e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi deslocada ao estabelecimento comercial.

Godinho pede silêncio pela segunda vez para João Henrique poder discursar

O prefeito João Henrique (PMDB) enfrenta seu maior desafio público neste momento na Câmara Municipal: conseguir ler o discurso que marca a reabertura do ano legislativo municipal, vencendo os gritos de apoio e as vaias que recebe das galerias da Casa. Pela segunda vez, em menos de uma hora, o presidente da Câmara, vereador Pedro Godinho (PMDB), foi obrigado a pedir silêncio no plenário para que o prefeito possa concluir seu discurso. Os protestos são liderados por professores, agentes comunitários de saúde, profissionais de limpeza e servidores de vigilância da Prefeitura.

Frei é preso em flagrante com menor em motel no Mato Grosso

O frei Erivan Messias da Silva, 45 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil na segunda-feira à noite após sair de um motel na cidade de Várzea Grande (MT) com uma adolescente de 16 anos que frequentava a Paróquia Nossa Senhora do Guadalupe, em Cuiabá. Eles estavam dentro de um veículo que pertencia à Paróquia. A delegada Juliana Palhares disse que o frei foi indiciado por estupro de vulnerável. “A lei foi aplicada, sendo ele religioso ou não. Segundo depoimento da menor, o envolvimento com o religioso se iniciou no meio do ano passado. Os pais dela não sabiam do relacionamento entre eles”, disse a delegada. Ela acrescentou que a família frequentava a igreja.

Advogado pede liberdade condicional para Salvatore Cacciola

Ex-banqueiro Salvatore Cacciola
A defesa do ex-banqueiro Salvatore Alberto Cacciola entrou com pedido de livramento condicional na Justiça do Rio de Janeiro. O advogado Manuel de Jesus Soares entrou com ação na VEP (Vara de Execuções Penais), na segunda-feira (31). Cacciola está preso em Bangu 8, na zona oeste do Rio, desde julho de 2008. Ele cumpre pena de 13 anos por crimes contra o sistema financeiro. (Leia mais na Folha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário